GT de Cibercultura terá sessão especial durante o congresso

201608011422-gt_cibercultura_s

Durante a realização do Congresso de Cibercultura, entre 13 e 14 de outubro na Universidade do Minho, em Braga, vai decorrer uma sessão especial com a apresentação de cinco comunicações pertencentes a membros do Grupo de Trabalho (GT) de Cibercultura da Sopcom (Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação). Esta é uma das primeiras iniciativas deste grupo de trabalho, criado em julho passado.

De acordo com o documento fundador, o novo GT pretende “focar os seus interesses de reflexão e debate sobre as reconfigurações socioculturais promovidas e refletidas pela inserção e pelos usos da tecnologia digital nas diferentes esferas do quotidiano”.

A equipa coordenadora do GT é constituída por Vania Baldi, da Universidade de Aveiro, e por Jorge Martins Rosa, da Universidade Nova de Lisboa.

Créditos da imagem: Newsletter de julho de 2016 da Sopcom.

Do que falam os 74 resumos recebidos no Congresso de Cibercultura?

13394020_1720398184914636_7966299071388278230_n

Uma possível nuvem de palavras (via Wordle):

Ranking de palavras mais repetidas (via Wordcount):

18º digital – 74 vezes (0.8%)
23º sociais – 72 vezes (0.8%)
26º comunicação – 63 vezes (0.7%)
27º Internet – 63 vezes (0.7%)
28º tempo – 54 vezes (0.6%)
29º análise – 53 vezes (0.6%)
31º redes – 50 vezes (0.6%)
32º digitais – 49 vezes (0.5%)
37º mundo – 43 vezes (0.5%)
38º informação – 43 vezes (0.5%)

Fim do prazo para o envio de resumos

Capturar
A Comissão Organizadora agradece o envio das 74 propostas de comunicação que recebeu ao longo do período de receção de resumos a apresentar no congresso, que decorre entre 13 e 14 de outubro de 2016 no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho.
 
Até 24 de junho todos os autores serão notificados da decisão da Comissão Científica relativamente à proposta que elaboraram.

Novo prazo para a submissão de resumos – até 5 de junho

tree-1531704

Foi prolongado até 5 de junho o prazo para submissão de resumos de comunicações a apresentar no Congresso de Cibercultura: Circum-navegações em redes transculturais de conhecimento, arquivos e pensamento, que decorrerá no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho, em Braga, entre 13 e 14 de outubro de 2016. Esta reunião científica decorre de uma parceria entre o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da Universidade do Minho e o Instituto de Letras e Ciências Humanas (ILCH) da Universidade do Minho, uma iniciativa que integra as comemorações dos 40 anos do ILCH e do ICS.

A cibercultura contempla hoje áreas tão diversas quanto as artes, a política, a economia e as ciências, entre outras, impregnando os mais ínfimos processos sociais e culturais, desde o pensamento às práticas do quotidiano. De um modo abrangente, a cibercultura inscreve-se hoje num mundo globalizado que, para além de multicultural, revela-se intercultural e transcultural. Um tal processo ocorre através de redes de informação e de conhecimento que são acionadas por instituições, organizações, ONGs, associações e comunidades. Estas entidades sociais visam produzir e disseminar, no espaço público, uma pluralidade de conteúdos e práticas multiculturais, assim como procuram interligá-los entre si numa configuração de interculturas.

Pretende-se proporcionar um espaço de reflexão sobre o impacto da cibercultura no quotidiano através de apresentação de comunicações de investigadores, docentes, estudantes ou comunidade em geral sobre as transformações de uma rede global/local de circum-navegação no conhecimento. Uma tal rede constitui, por sua vez, uma nova cartografia sobre a qual importa refletir.

Para submeter o resumo: http://www.cibercultura2016.net/index.php/comunicacoes/resumos/

Para consultar o texto completo da chamada para comunicações:
http://www.cibercultura2016.net/wp-content/uploads/2016/03/CFP-congresso-cibercultura.pdf

Contacto da organização: +253 60 17 51 | info.cibercultura2016@gmail.com

Sessão Plenária – Luís Moniz Pereira

lmp

Luís Moniz Pereira é o mais recente convidado confirmado do Congresso de Cibercultura. Na sessão plenária participará com uma reflexão intitulada “Cibercultura, simbiose e sincretismo”.

Professor Catedrático aposentado da Universidade Nova de Lisboa, onde integra o NOVA Laboratory for Computer Science and Informatics, recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Técnica de Dresden, em 2006.

Publicou, em março de 2016, o livro “A Máquina Iluminada – Cognição e Computação”, pela “Fronteira do Caos Editores”.

Para consulta de publicações: aqui.

Conferência inaugural – Philippe Joron

13240093_1712354502385671_6695037890052216060_n

Philippe Joron (Universidade Paul Valéry de Montpellier) participará na Conferência inaugural do Congresso de Cibercultura.

Diretor da revista Sociétés, do CEAQ (Centre d’Études sur l’Actuel et le Quotidien), e professor da Universidade Paul Valéry em França, estuda o imaginário e as relações sociais, as singularidades do quotidiano, práticas festivas tradicionais, modernas e urbanas.

Publicou, recentemente, “Vida Improdutiva, A Georges Bataille e a Heterologia Sociológica” (Editora Sulina, 2013):

Créditos da fotografia:
Le Figaro

Outros convidados confirmados

Imagem1

António Machuco | Universidade do Porto/Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Professor Associado com Agregação na Universidade do Porto
Estuda, entre outros temas, as relações entre a publicidade e o consumo, semiótica e novos média.

Mário Vairinhos | Universidade de Aveiro
Professor Auxiliar
Investigador na área do Design de Interação e da Computação Humano-Computador, com interesse particular nos Media tangíveis e em Realidade Mista.

Lídia Oliveira | Universidade de Aveiro
Professora Associada com Agregação
Produção científica no Academia.edu: aqui.

Primeiro convidado confirmado – José Bragança de Miranda

img_890x500$2015_12_27_18_48_17_271401

José Bragança de Miranda, Professor Associado com Agregação da Universidade Nova de Lisboa, é o primeiro convidado confirmado no Congresso de Cibercultura.

Licenciado em Sociologia pelo ISCTE, em 1982, obteve o doutoramento em Comunicação Social, pela Universidade Nova de Lisboa, em 2001. Iniciou funções de docência nesta universidade em 1995.

Investigador do Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens, estuda, entre outras áreas, a teoria da cultura e dos média. Coordenou o projeto financiado pela FCT “Tendências da Cultura das Redes em Portugal“, entre 2002 e 2006, que procurou “dar conta dos modos como a cultura portuguesa interage com as redes telemáticas globais, nomeadamente a WWW e a Internet”.

Algumas obras:
‘Envios: Uma experimentação Filosófica na Internet’ (2008)
Traços. Ensaios de Crítica da Cultura (1998)

O Congresso de Cibercultura resulta de uma parceria entre o CECS – Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade e o ILCH – Instituto de Letras e Ciências Humanas [Oficial], que comemora os 40 anos de existência.

Créditos da fotografia: Jornal de Negócios.

Chamada para comunicações

imagem-call

Está aberto desde hoje e até 22 de maio de 2016 o período para a receção de comunicações a apresentar no Congresso de Cibercultura: Circum-navegações em redes transculturais de conhecimento, arquivos e pensamento, que decorrerá na Universidade do Minho, em Braga, entre 13 e 14 de outubro de 2016. Esta reunião científica decorre de uma parceria entre o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da Universidade do Minho e o Instituto de Letras e Ciências Humanas (ILCH) da Universidade do Minho, integrado nas comemorações dos 40 anos do ILCH.

Consulte aqui o texto completo da chamada para comunicações, onde poderá encontrar informações mais detalhadas sobre o âmbito do congresso.